domingo, 18 de janeiro de 2009

Marilyn Lisa

alguma coisa há de vegetal
nos cachos repolhudos dos teus cabelos
nos teus lábios monroe
no teu sorriso lisa

alguma coisa há de espectral
no tom tofu da tua pele
no rosa macerado do teu rosto
no sépia desbotado em tuas vestes

alguma coisa há de surreal
nos traços comestíveis do teu rosto
e esse teu olhar de modo oposto
tem algo de ser sobrenatural

2 comentários:

josé terra disse...

Poetisa, me perdoe a ignorância...
não sei quem é Marilyn Lisa...
mas que o poema todo é dos bons,ah... isso é!

Gerusa Leal disse...

José, é uma mistura de Marilyn Monroe com Mona Lisa...rs É que o poema teve como provocação a foto de uma obra de uma artista plástica oriental que reproduz obras famosas com ingredientes comestíveis, elas são fotografadas e depois podem ser degustadas...rs Vou ver se acho de novo a foto e posto junto com o poema...rs